♡ Drops singulares

Um lugar chamado saudade

Quando eu fui tirar meu título de eleitora, com 18 anos, deixaram-me escolher o colégio em que eu iria votar. E eu, que nem sabia que se podia escolher essas coisas, escolhi o Santo Antônio por dois motivos mais do que óbvios: ele é o colégio mais perto de casa (a apenas dois quarteirões), e eu passei mais da metade da minha vida estudantil lá – e olha que quando eu estudava lá eu morava em outro lugar, um pouco mais distante.

Essa foi então a chance que encontrei de visitar o passado a cada dois anos. Agora, toda vez que vou lá, faço questão de ir com a maior calma do mundo, para trazer à tona algumas memórias empoeiradas e investigar os caminhos disponíveis – porque há alguns que ficam inatingíveis, cercados por uma faixa isolante, para evitar xeretas como eu. O corredor da secretaria, da diretoria, da sala dos professores. Os banheiros, o pátio, as salas de aula do ginásio. É incrível como aquilo que dizem, de que as coisas parecem maiores quando somos menores, realmente se encaixa neste caso. Tudo toma proporções infinitamente pequenas, como a escada que leva à biblioteca e o jardim para as crianças, que ficava em frente aos laboratórios de informática e de línguas. Não sei se é porque eu cresci, de tamanho mesmo, ou se é porque quando estamos no colégio nosso mundo praticamente inteiro resume-se àquele espaço – e, depois de crescidos, vemos que o mundo é muito, muito maior.

Nesses sete anos como eleitora, já votei na minha sala da 5ª série, da 6ª, da 7ª, onde era a diretoria etc. E cada vez lembranças diferentes resolvem vir à tona, sempre tão bom.
A escola passou por profundas mudanças e reformas. A quadra, na qual cantávamos o hino todas as segundas-feiras pela manhã, já nem existe mais – foi praticamente inteira demolida, e outra, mais moderna, foi construída no lugar. Aquele era um canto realmente especial, porque à quadra cabiam os momentos de lazer, as aulas de educação física, as fofocas quando não queríamos praticar esportes e as gincanas entre as salas, ou entre os outros quatro colégios vicentinos. Até a cantina, sempre tão criticada na nossa época por suas iguarias de gosto duvidoso, foi inteiramente reformulada, para adequar-se melhor ao estilo das emancipadas crianças de hoje em dia e às normas mais rigorosas adotadas pela vigilância sanitária.

Apesar de ter escolhido, por vontade própria, trocar de colégio quando terminei o ginásio, lugar algum se compara ao espaço que o Santo Antônio tem em mim. Tenho uma ligação extremamente forte com aqueles metros quadrados, por ter vivido coisas tão significativas lá, em cada canto daquele mundo, e por lá ter conhecido as pessoas que continuam ocupando um dos espaços mais importantes na minha vida até hoje.

Teria um milhão de coisas para contar acerca de todas as histórias que vivi por lá naqueles oito anos, mas a única coisa que não sai da minha cabeça atualmente, nas vezes em que o visito, é como tudo muda depois que saímos do colégio. Nossas prioridades, a visão geral das coisas, os conflitos, os objetivos, as pessoas. E como quando estamos no colégio, os maiores problemas que podem existir – como uma espinha, um paquera que não dá bola, qual roupa vestir no dia livre ou aquela prova impossível de se fazer – parecem tão pequenos quando nos tornamos ‘adultos’. E como parece que o 3º colegial ‘não chega nunca’, e ficaremos presos àquela rotina – tão cansativa, ohmeudeus – para sempre.

Mas, ainda assim, depois que crescemos, tudo o que mais queremos, em alguns momentos, é uma chance para voltar atrás e fazer tudo diferente. Não sei se é exatamente isso que eu sinto agora, mas de uma coisa eu tenho certeza: nada melhor que uma boa saudade para aquecer o coração num domingo frio.

:

Mais um Drops singulares por Nath, acompanhado pela foto de Itziar Olaberria, fotógrafa incrível que ganhará o próximo post.

Anúncios

Um pensamento sobre “♡ Drops singulares

  1. Pingback: para não dizer que não falei das flores « drops de anis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s